Proteína Totais e Frações

O plasma humano contém diversas proteínas identificáveis, que representam um papel importante na manutenção da pressão osmótica e em diferentes funções como proteínas carreadoras, anticorpos, enzimas, inibidores enzimáticos, fatores da coagulação, entre outras. A avaliação de seus níveis séricos é de grande auxílio na avaliação do estado nutricional e da presença de doenças sistêmicas agudas ou crônicas.

A dosagem isolada da proteínas totais tem pouco valor, já que a alteração em uma das frações pode ser balanceada por alteração oposta de outra fração, como ocorre nas inflamações crônicas, em que há diminuição de albumina com aumento de gamaglobulina. Geralmente, o valor isolado da proteína total tem utilidade médica em grandes elevações como no mieloma múltiplo ou na diminuição acentuada de seus níveis, como os encontrados nos estados graves de desnutrição, perdas como na síndrome nefrótica e enteropatias perdedoras de proteínas, ou na alteração da síntese protéica, que ocorre nas doenças hepáticas graves.

A dosagem das frações albumina e gamaglobulina e a avaliação da relação albumina/globulina auxiliam na orientação diagnóstica em alterações sistêmicas com diminuição da albumina, como estados carenciais, perdas renais, distúrbios intestinais e hepáticos e quadros de aumento das imunoglobulinas, como as gamopatias e os processos infecciosos crônicos.

Consultar Albumina
             Eletroforese de proteínas.